HOMILIAS

XXI DOMINGO DO TEMPO COMUM - B

26/08/2018 - Nos últimos domingos a liturgia da Palavra nos proporcionou meditar sobre o discurso do “pão da vida”, pronunciado por Jesus na sinagoga de Cafarnaum, depois de ter dado de comer a milhares de pessoas com cinco pães e dois peixes (cf. Jo 6,1-15). O evangelista São João sublinha que a partir de então muitos dos seus discípulos voltaram atrás e já não andavam mais com ele (cf. Jo 6,66), porque não acreditaram nas palavras ditas por Jesus: “Eu sou o pão vivo que desceu do céu, quem comer a minha carne e beber o meu sangue viverá eternamente” (Jo 6, 51.54).

Leia mais
XIX DOMINGO DO TEMPO COMUM - B

12/08/2018 - Esta leitura do Evangelho de São João, que nos acompanha nestes domingos, nos fez refletir inicialmente sobre a multiplicação milagrosa, em que cinco pães de cevada e dois peixes foram suficientes para dar de comer a uma multidão de cinco mil homens, sem contar as mulheres e as crianças. Jesus dirige o convite aos que havia saciado, a esforçarem-se em busca de um alimento que permanece para a vida eterna.

Leia mais
XVIII DOMINGO DO TEMPO COMUM - B

05/08/2018 - A multidão que tinha sido alimentada pelos pães e pelos peixes ainda estava do outro lado do lago e ao notar que Jesus tinha regressado a Cafarnaum, dirigiu-se ao seu encontro. Confrontado com a multidão, Jesus profere um discurso onde explica o sentido do gesto precedente que havia realizado: a multiplicação dos pães e dos peixes; e nos ensina que é preciso esforçar-se por conseguir, não só o alimento que mata a fome física, mas, sobretudo, o alimento que sacia a fome de vida. Ao preocupar-se apenas com o alimento material, esquecem o essencial: o alimento que dá a vida definitiva. Esse alimento que dá a vida eterna é o próprio Jesus que o traz (v. 27).

Leia mais
XVII DOMINGO DO TEMPO COMUM - B

29/07/2018 - Jesus, o Deus que veio ao encontro dos homens, percebe a “fome” da multidão que o segue e propõe saciá-la. Aos discípulos, aqueles que vão continuar até ao fim dos tempos a mesma missão que o Pai lhe confiou, Jesus os convida a assumirem o dom da partilha, concretizada na distribuição do pão. A multidão que segue Jesus tem fome e não tem o que comer (vv. 5-6). Esta referência nos leva ao Livro do Êxodo quando, no deserto, o Povo que caminhava para a terra prometida sentiu fome (cf. Ex 16,4ss).

Leia mais
XVI DOMINGO DO TEMPO COMUM - B

22/07/2018 - Os apóstolos foram enviados em missão e agora retornam e se recolhem junto a Jesus, contando-lhe o que tinham feito e ensinado. Jesus cuida deles, considera que estão cansados e os convida a estar com ele sozinhos, num lugar à parte, quase que diríamos, num mosteiro, num local de silêncio e oração... Numa outra ocasião semelhante, Jesus dirá aos seus: “Vinde a mim vós todos que estais cansados sob o peso dos vossos fardos e eu vos darei descanso” (Mt 11, 28).

Leia mais
XV DOMINGO DO TEMPO COMUM - B

15/07/2018 - O Evangelho deste domingo apresenta o primeiro envio em missão dos Doze Apóstolos. Com efeito, o termo “apóstolo” significa, precisamente, “enviados, mandados”. O fato fundamental é que este episódio mostra o começo da missão apostólica, o envio do primeiro grupo de missionários, que se prolongou, sem interrupção, até os nossos dias.

Leia mais
XIV DOMINGO DO TEMPO COMUM - B

08/07/2018 - Em breve.

SOLENIDADE DE SÃO PEDRO E SÃO PAULO - B

01/07/2018 - Celebramos neste domingo a Solenidade litúrgica dos Apóstolos Pedro e Paulo, colunas da Igreja, no linguajar dos santos padres, com dois estilos diferentes para a mesma vocação missionária. Pedro, apóstolo dos judeus, Paulo, dos gentios ou pagãos.

Leia mais